sábado, 9 de junho de 2012

Um pequeno passo para quem doa um salto gigantesco para quem recebe


A campanha “Forme cidadãos, colha campeões’ foi lançada em
Brasília e pretende arrecadar 250 pares novos de tênis
para jovens atletas das cidades satélites.



“É o primeiro tênis novo que ganho na minha vida”. A frase dita por Jeferson Danyllo pode parecer um capricho de um jovem de 19 anos, mas, é na verdade um desabafo de um atleta que há quatro anos treina atletismo, já colecionou várias vitórias, mas nunca teve o prazer de calçar um tênis de corrida novo.

É para jovens como Jefferson, que tem talento e disposição, que a campanha ‘Forme Cidadãos, Colha Atletas’ é voltada. Uma iniciativa que partiu dos idealizadores e organizadores da 1ª Corrida Verde de Brasília, realizada em Junho.

 A corrida de rua, realizada na Esplanada do Ministérios, durante a Semana do Meio ambiente, foi o pontapé inicial para uma série de ações que visam promover o esporte aliado à sustentabilidade. “Essa campanha é agora um segundo passo da Corrida Verde e visa arrecadar 250 pares de tênis novos para jovens atletas das cidades satélites de Brasília”, explica Adroaldo Quintela, um dos organizadores da prova.


Edilberto Barros e Jefferson Danyllo
Segundo Petrus Elesbão, também organizador da Corrida Verde, “investir em cidadãos e incentivá-los na prática do esporte é uma ação sustentável”. Ele explicou que a idéia é promover outros eventos relacionados à sustentabilidade e ao esporte ainda esse ano e nos próximos “para que Brasília se torne um referencial para o Brasil”, disse.

O lançamento da Campanha ‘Forme Cidadãos, Colha Atletas’ aconteceu no dia 9 de junho, sábado, em Brasília, com a presença da atleta Carmem de Oliveira – madrinha de luxo da Corrida Verde -, Célio René, Secretário de Esporte do DF, Edilberto Barros, Chefe do Setor de Preparação Física da Presidência da República, Paulo Roberto Maciel, Presidente da Federação de Atletismo de Brasília e da Federação de Triatlo e Nildomar Valadares, professor e treinador do Centro de Estímulo à Educação e ao Esporte da Ceilândia (CE3).

Paulo Roberto e Gildeane de Jesus da Cruz
Incentivo - Na ocasião foram doados os primeiros seis pares de tênis a jovens atletas de Ceilândia, cidade a 24 km de Brasília. Jefferson foi um deles. “Um tênis é um incentivo para uma criança ou jovem como eu que não tem condição de bancar nosso material de treino. É uma motivação. Quando a gente e se sente cansado, olha para o tênis novo e só tem vontade de seguir em frente”, explicou Jefferson, que conquistou o 2º lugar na prova masculina de 5 km da Corrida Verde.




Karina Pereira, de 15 anos, também foi contemplada pela Campanha. Segundo ela, a doação faz a diferença porque “muitas crianças tem talento e não tem oportunidade. Agora estamos tendo a oportunidade”, disse. Karina conquistou o 1º lugar na categoria 5 km feminino da Corrida Verde.

Carmem de Oliveira e Karina Pereira
Leonardo Pereira, 15 anos, está no atletismo há apenas duas semanas e também foi um dos contemplados. Com o par de tênis novo em suas mãos não teve dúvida ao afirmar que “esse tênis será o meu incentivo para competir e ganhar”.

Realidade - Outras três jovens foram contempladas pela Campanha ‘Forme Cidadãos, Colha Atletas’. Thaís Soares Silva, de 13 anos, Gildeane de Jesus da Cruz, 17 anos, e Alany Rodrigues, 15 anos. “É muito importante saber que existem pessoas incentivando o futuro dessa meninada. Um tênis pode parecer pouco, mas mexe com a estrutura da criança e do adolescente”, disse Nildomar Valadares, treinador de 40 crianças e jovens da Ceilândia.

Paulo Roberto Maciel, presidente da Federação de Atletismo do Distrito Federal e da Federação de Triátlon conhece bem a dificuldade que esses jovens atletas enfrentam. Ele explicou que foi criado na baixada fluminense “e sei o peso que uma ação simples como essa tem na vida de um jovem. Talentos nós temos muitos, o que falta é o incentivo. Já me deparei com atletas treinando sem tênis”, lamenta.

A realidade pode ser mudada com um par de tênis e exemplos não faltam. Edilberto Barros, que treinou Lucélia Peres, atual tricampeão da Volta da Pampulha e vencedora da São Silvestre em 2006, se recorda quando a atleta ganhou a corrida mirim “um corredor perguntou a ela como poderia ajudá-la e ela respondeu: me dê um tênis!”.

Leonardo Pereira e Célio René

Sustentabilidade - “O tênis é um chamariz para que as pessoas possam enxergar possibilidades”, anima-se Carmem de Oliveira, madrinha de luxo da Corrida Verde. Ela destacou que a prova abriu um novo olhar sobre o esporte: “um grupo que milita em prol do atletismo e a sustentabilidade é um novo incentivo e a gente passa a acreditar que é possível ter parceiros de peso junto a essa nova causa”, afirmou.



Para o secretário Célio René, “a Corrida Verde tocou em pontos de extrema importância social como sustentabilidade, hábitos saldáveis e agora o incentivo aos jovens. Isso é uma maneira de transformar vidas”, acrescentou.

A campanha ‘Forme Cidadãos, Colha Atletas’ terá a duração de um mês. Até o dia 14 de Julho, as doações de pessoas físicas poderão ser feitas por meio de uma conta bancária na Caixa Econômica Federal. Pessoas jurídicas devem entrar em contato com a ASSEFE (secretaria@assefe.com.br – 34433820) para obter informações sobre os procedimentos necessários para doação. Participe!

Thaís soares Silva, gildeane de Jesus da Cruz, Karina Pereira, Carmen de Oliveira e Petrus Elesbão (de pé) e Leonardo Pereira, Adroaldo Quintela e Jefferson Danyllo (sentados)

As doações poderão ser feitas através da conta:

Caixa Econômica Federal
Agencia: 1386
Operação: 013
Conta: 2655-1

Em nome de Petrus Elesbão
CPF – 308.419.411-49