quinta-feira, 12 de maio de 2016

O lixo que se deixa para trás

por Katia Maia

Quem passa pela via N2, que dá acesso ao Palácio do Planalto, pelos fundos, não vai perceber, mas basta uma olhadinha mais atenta para ver que atrás de um tapume verde, toneladas de sacos de lixo guardam toneladas de papel triturado pelos funcionários dos 3º e 4º andares da presidência da República.
Contêineres abarrotados de sacos de papel triturado. Que tipo de papel? Não dá mais para saber. Cada um tire as suas próprias conclusões. Aqui, relato, apenas, o fato.

“O trabalho nesta quarta-feira foi intenso aqui no Planalto, foi tanto papel triturado que dez máquinas trituradoras se quebraram. Não aguentaram o tranco”, disse um amigo que trabalha no local.

O fato é que dezenas de sacos de lixo atochados de papel triturado estão nos fundos do Palácio do Planalto à espera do caminhão de lixo para levar para uma cooperativa de reciclagem. Resta saber se há algo a reciclar. “Já passei por outras transições de governos e nunca vi isso. Não é normal”, lamentou meu amigo.






Blade Runner para bebês?

por katia maia Com meus filhos crescidos, adultos e já homens feitos, não preciso mais pautar minhas idas ao cinema aos horários, ses...