quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Uma boa promoção me levou a Gramado

As flores sempre impecáveis e bem cuidadas
Pelos caminhos da vida, este ano, fui a alguns. Conheci novos e revisitei antigos. Já falei aqui de Porto Seguro, agora dedico meu tempo a fala da viagem que fiz a Gramado, no Rio Grande do Sul.
Fui visitar a cidade por mero acaso do destino. Um dia, estava eu zapeando no meu e-mail – sim, zapeando, porque chega tanta coisa na minha caixa de entrada que ás vezes me dedico a dar uma atenção àquilo que não pedi e me enviaram. Faço isso quando estou a toa, ou seja, quase nunca (RS) - . Então, foi aí que vi um e-mail enviado pela Loja da TAM Viagens, local onde alguma vez em algum passado, comprei umas passagens e eles ficaram com o meu correio eletrônico para mandar ofertas.
Sabe que esta oferta era boa! Eles me ofereciam uma viagem para dois pelo preço de uma. Para isso, eu teria que comprar por meio do programa Mastercard Surpreenda. O preço? Eu poderia comprar quatro noites (cinco dias) em Gramado por R$1,5 mil com passagem aérea e hospedagem e para duas pessoas e em dez vezes!
Festival de Gramado

Bom, nem pisquei. Corri na loja e agendei a viagem para oito meses depois e nos mandamos para Gramado. Uma cidade que todo mundo ouve falar, sente vontade de ir, mas, no meu caso, nunca foi uma prioridade. Ficava sempre naquela de “um dia eu ainda vou”. Pois é, fui!
Fomos a nossa aventura no mês de setembro. Entre 27 e 01/10. O voo de Bsb a Porto Alegre durou duas horas e pouco. Ao chegarmos, alugamos um carro no aeroporto mesmo e tocamos para Gramado. Tudo novidade! Nunca tinha ido ao Rio Grande do Sul a lazer, sempre a trabalho.
Pois bem, o frio estava presente no ambiente. Já cheguei numa temperatura de uns 15 graus. Sou mega friorenta, mas amei! Amo o frio.
Adoro o frio!


A estrada até Gramado é bastante movimentada, mas tranquila de se enfrentar. Ainda mais quando não se está com pressa. No caminho, passamos por Nova Hamburgo, cidade dos sapatos e já me programei para, na volta, fazer algumas ‘compritchas’. Logo descobri que, ao longo da estrada, há dezenas de lojas de calçados e jaquetas de couro. Amei!

Nós dois e os gramados

Em gramado, ficamos hospedados no hotel Galo Vermelho. Um hotel, digamos, ok. Acho que cabe esta classificação. É um três estrelas, confortável, staff simpático, prestativo, quartos com aquecedor.  O café da manhã fica um pouco a desejar quando se pensa em um café colonial.

Bom, fico por aqui. Falo mais no próximo post

O hotel!