terça-feira, 27 de março de 2012

Área Q - mistérios no Ceará

por katia maia

Quando criança, li o livro Eram os Deuses Astronautas, de Erich von Däniken, e sempre me impressionou a história de que seres de outros planetas teriam transitado pela Terra e aqui deixado suas marcas.

Pois bem, esse foi um tema que sempre me interessou e mesmo que não me chamasse a atenção creio que eu gostaria imensamente do filme que assisti ontem no Festival de Cinema Transcendental, que acontece aqui em Brasília, até a quinta-feira, dia 29/3.

O Festival, que está em sua segunda edição, foi aberto com o longa metragem “Área Q”.

Uma co-produção Brasil/Estados Unidos que traz em sua trama a história de um pai á procura do filho desaparecido. O pai é o ator norte-americano Isaiah Washington que interpreta Thomas Matthews, um repórter investigativo super hiper conceituado que vive atormentado pelo desaparecimento do filho.

Por desígnios do destino, ele é enviado por seu editor para investigar a veracidade de fatos não explicados como aparecimento de OVNIS e contatos extraterrestres de primeiro, segundo e terceiro graus em Quixeramobim e Quixadá, duas cidades do interior do Ceará - a Área Q.

Sua experiência no Brasil, onde entra em contato com um fazendeiro, João Batista, interpretado por Murilo Rosa, irá colocá-lo frente a revelações que ele jamais esperava saber e que abalam por completo o seu ceticismo. No Ceará, ele começa a encontrar respostas para o desaparecimento do filho.
Thomas Matthew em cena com o filho

A abertura do Festival contou com a presença do diretor do filme, Gerson Sanginitto, que explicou: “a história do filme tem uma abordagem espiritualista”. Espiritualista, alienista ou simplesmente sobrenatural, não importa. O filme tem uma bela fotografia e fala da busca do homem por respostas para fenômenos que não consegue explicar.

Área Q tem estréia em circuito comercial nacional prevista para o dia 13 de abril de 2012


#EU_RECOMENDO.
Sala Martins Penna, no Teatro Nacional, Brasília, lotada

HOJE TEM MAIS:
 
Programação 2º Dia de Festival - Dia 27 de março



19h – Mostra de Curtas

Seja Diferente - Dir. Luiz Vicente Braga (Distrito Federal) - 13min

Dona Romana e o grande eixo da terra - Dir. Paulo Rezende (Goiás) - 20 min

O Medalhão - Dir. Ricardo Borges (Goiás) - 7 min

Sunday - Dir. Fábio Delai/ Renne Castrucci (São Paulo) - 18 min

20h – O Moinho e a Cruz

SINOPSE: Flandres (hoje Bélgica), século 17, época da ocupação espanhola. Enquanto constrói o quadro A Procissão Para o Calvário, o artista Pieter Bruegel, o Velho, vai se inspirando em personagens e fatos históricos para compor a sua obra. Judas, um fazendeiro, um burguês se tornam vivos na pintura, assim como uma amiga serve de inspiração para a Virgem Maria. No quadro ele vai expressando as dores, os tormentos, os confrontos religiosos e os fatos que marcaram a vida humana na Idade Média. O FILME: Drama histórico filmado em locações fantásticas na Polônia, Áustria e Nova Zelândia, tendo, sempre, como pano de fundo um gigantesco quadro de Pieter Brugel pintado a mão. Quadro e filme retratam a arte flamenga do século 16.

Ficha Técnica:O MYLOS KAI O STRAVROS/The Mill and the Cross. Polônia, 2011. Diretor: LechMajewski. Roteiro: Majewski, Michael Francis Gibson. Fotografia: Majewski e Adam Sikora. Montagem: Eliot Sem e Norbert Rudzik. Música: Majewski e Josef Skrzek. Elenco: Rutger Hauer (Pieter Bruegel), Charlotte Rampling (Mary), Michael York (Nicolaes Jonghelinck), Joanna Litwin (MarijkenBruegel), Dorota Lis (Saskia Jonghelinck), Oskar Juliczka (Músico) e Marian Makula (Miller). Produção: Lech Majewski/Freddy Olsson/Dorota Roszkowska. Lume Filmes. 92 minutos.

Postos de troca de ingressos:

FEDF Sede Sudoeste: QMSW 05 Lote 05 – Sudoeste Fone / Fax: 3344 8237

LBV - SGAS 915, lote 74 — Asa SulComunhão Espírita Avenida L2 Sul, Quadra 604, Lote 27

Após a realização do festival em Brasília, será a vez de Fortaleza prestigiar a mostra, que acontece na capital cearense entre os dias 9 e 12 de abril.

Mais informações:

Estação da Luz - (85) 3260-5140

Frisson Comunicação: (61) 3964-8104

Site: www.cinematranscendental.com.br

Twitter: @ctranscendental

Crédito das fotos: Renato Alves

Fontes para entrevistas:

Lucas de Pádua – Coordenador do Festival

Blade Runner para bebês?

por katia maia Com meus filhos crescidos, adultos e já homens feitos, não preciso mais pautar minhas idas ao cinema aos horários, ses...