sábado, 22 de janeiro de 2011

BRW - Oliver - Abaixo da média

por katia maia e Luciene Cruz

Oliver – nota 4,5

Desta vez eu fui conferir pessoalmente o desempenho do Brasilia Restaurant Week e o escolhido foi o Restaurante Oliver. Aquele que fica no Clube de Golfe e que tem uma Paella de tirar o fôlego.

Bom, pelo visto é só a tradicional Paella do Oliver que tira o fôlego porque o menu do Brasilia Restauran week sugerido pelo estabelecimento deixou muito a desejar. Fui acompanhada da minha amiga e também provadora oficial do BRW para este site, Luciene Cruz (foto ao lado). A decepção, portanto foi dupla.

Claro que ela, como eu já disse por aqui, é ‘mega’ exigente. Mas eu (foto abaixo) não sou muito. Um bom prato de salada já está me ganhando e eu fico logo amiga do restaurante. Acho que esse foi o problema: a salada!

Sugerida como ‘entrada’: a Salada Caesar foi servida? É assim mesmo: uma indagação: foi servida? Sim, porque o que vimos no prato foi uma sofrível combinação de quatro micro pedaços de alface por debaixo de um pífio queijo ralado, acompanhado de uma rodelita de pão. Não é implicância, não. É constatação.

Esta é a Salada Caesar sugerida

Eta é a Salada Caesar servida!

Juro que fiquei constrangida quando vi aquelas pobres alfaces no meu prato desesperadas para me convencer de que eram uma salada. “Nem fazendo montinho, dá”, disse Luciene, já se abrindo de rir da minha cara de decepção com a salada.

Bom, começava a nossa saga de fartura: farta tudo!


Esta é a Foto da Paella de Cordeiro que está no site do BRW

Este é o risoto que nos serviram dizendo que era uma Paella de Cordeiro

O prato principal, uma Paella de cordeiro foi pior ainda. Não porque veio pouco, mas porque veio outra coisa. Sim, porque o prato parecia mais um risoto de arroz com caldo knnor do que uma Paella. Muito arroz, alguns pedaços de pimentão e uns sofríveis cortes de cordeiro que “apanharam muito para ser cordeiro e pelo jeito ainda foi pouco porque nem assim tinham saborde cordeiro”, avaliou novamente, sabiamente, Luciene.

A rodela inteira de abacaxi cabia na colher de sobremesa

Para arrematar a nossa incursão gastronômica, o grand finale: a sobremesa! Abacaxi flambado, com sorvete de creme e canela. Não vou dizer muita coisa da sobremesa. Acho que a foto fala mais do que mil palavras. A rodela de abacaxi era menor do que a colher de sobremesa! Precisa mais?

Ficamos com a sensação que o Oliver estava com pena de servir os pratos. As porções estavam muito magrinhas, quase de dieta e o sabor passou longe da qualidade que eu costumo encontrar no local. Infelizmente, chegamos a conclusão que o cardápio do BRW do Oliver merece menos de 5. Abaixo da média: um 4,5 está de bom tamanho.

Serviço:

Restaurante Oliver

Endereco: SCE Trecho 02 , Conj. 02 parte B - Clube de Golf - Asa Sul - Brasília
Telefone: (61) 3323-5961