quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

CAOS I

(FSP)
Organização Não Governamental Médicos Sem Fronteiras criticou o controle do Aeroporto do Haiti na noite de ontem, ainda que não citem nominalmente os americanos, responsáveis pelo controle aéreo do país.
No relato da organização, contemplada com o Nobel da Paz em 1999, um avião carregado com 12 toneladas de suprimentos médicos (incluindo remédios) teve a licença de pouso negada três vezes no último domingo, apesar de ter recebido antes garantias de que poderia usar a pista. Desde o dia 14, a MSF diz ter tido cinco aviões desviados para Santo Domingo, na República Dominicana.
Por conta do incidente, segue a MSF, houve mortes. "Tivemos cinco pacientes mortos no centro de saúde de Martissant em decorrência da falta dos suprimentos médicos que aquele avião carregava", disse em comunicado Loris de Filippi, coordenadora de emergência de um hospital da entidade em Cité Soleil (maior favela de Porto Príncipe) que recebeu 500 transferências de Martissant. "Nunca vi nada assim."

Blade Runner para bebês?

por katia maia Com meus filhos crescidos, adultos e já homens feitos, não preciso mais pautar minhas idas ao cinema aos horários, ses...