quinta-feira, 1 de julho de 2010

Finalmente, habemos vice!

Por Katia Maia

Agora é o caso de perguntar what’s next? O vice do presidenciável tucano José Serra foi escolhido assim, digamos, de supetão. O nome de Índio da Costa não havia sido até então, lembrado, cogitado, mencionado. E, de repente... Assim: não mais que de repente, eis eu alguém olha para o lado, vê o deputado democrata – jovem boa pinta, com boa reputação (pelo menos no Congresso Nacional onde foi relator do projeto Ficha Limpa) e, melhor: desconhecido.

Índio da Costa está fora dos velhos conhecidos nomes do Democratas e o que pode ser ruim – quem não é conhecido não é automaticamente lembrado – pode também ser bom: quem é desconhecido torna-se um belo material para ter a imagem moldada ao gosto do eleitor.

Ontem, em entrevista á Folha de São Paulo (durante o Jornal Nacional, segundo informa a repórter), Índio da Costa não sabia ainda muito ao certo o que falar sobre seu novo posto nesse tabuleiro de disputa eleitoral. Disse à repórter Andreza Matais: "Não tenho a menor idéia de nada". Claro, nem ele sabia que seria.

Ele próprio, pela manhã, falava e olhava para seus colegas de partido com a visão de quem enxergava em qualquer um ‘dos outros’ a possibilidade de vice, menos ele. Índio da Costa chegou a anunciar divertidamente que José Carlos Aleluia seria o vice. E Aleluia acreditou.

Cria de Cezar Maia, Índio da Costa tem a favor dele o fato de ser jovem e levar um pouco de ‘novos ares’ para o PSDB que há anos não sai desse samba de uma nota só- FHC, Serra e vice-versa. Tem contra uma investigação de CPI da Câmara Municipal do Rio de Janeiro onde foi acusado de beneficiar a empresa Comercial Milano na compra de merenda escolar, mas não chegou a ser indiciado.

Vamos ver se um Índio da costa consegue dar um refreshment na velha guarda de caciques do PSDB/DEM. Sei não, é preciso saber se “Índio quer apito”. A ver... A ver...

Blade Runner para bebês?

por katia maia Com meus filhos crescidos, adultos e já homens feitos, não preciso mais pautar minhas idas ao cinema aos horários, ses...