quarta-feira, 28 de julho de 2010

Confraria do Camarão - BRW - nota: 3,0

Mais uma contribuição de uma de nossas leitoras. A Luciene Cruz decidiu aventurar-se pelos prazeres gastronômicos da Confraria do Camarão, na 212 sul, e decidiu que experimentaria o cardápio sugerido pelo Brasilia Restaurant Week.

Realmente, o menu é de dar água na boca. Só água! Pelo que relatou a Luciente. Ela e outras quatro amigas se confessaram a decepção em pessoa em relação ao que foi sugerido e o que foi realmente degustado. Um menu amostra grátis.

Não é esse o espírito do evento. Definitivamente, Confraria, é melhor repensar os seus parametros de um bom cardápio. Tudo pode ser feito na medida certa: nem tanto que deixe o cliente com a sensação que engoliuuma argamassa, nem tão pouco que o deixe cheio de decepção.

Abaixo, a avaliação de Luciente Cruz, uma apixonada por camarões e uma confessa frustrada com o que viu no BRW, na Confraria do Camarão.


Por Luciene Cruz
A decepção em forma de almoço. Assim posso definir o almoço oferecido pelo Confraria do Camarão no Restaurant Week. Eu, particularmente, amo camarão, logo, o prato descrito no festival parecia uma excelente pedida. Mas só parecia. Vamos por partes.

O garçom te oferece a opção de escolher o prato do almoço ou o do jantar, mas esquece de te avisar que ao optar pelo prato do jantr, tem que pagar mais caro. =/

Na entrada, é possível escolher entre camarão com alho e óleo ou mini-risoles de camarão. O detalhe é a fartura da entrada, três camarões na primeira opção e dois mini-risoles na segunda. Impossível avaliar o sabor com tamanha amostra grátis.

Entrada: amostra grátis de camarão


Com o intuito de amenizar a pouca quantidade, o garçom disse que era apenas um aperitivo para apreciarmos melhor o almoço. Ledo engano, o prato principal foi uma decepção ainda mais frustrante. O que era pra ser camarões recheados com queijo coalho, enrolados no bacon, acompanhados de molho de pimenta levemente picante e arroz puxado na manteiga de ervas, com cebolinha e ovo, não passou de um arroz simples, misturado com salsa, acompanhado de cinco, isso mesmo, cinco micro camarões, onde ficou impossível apreciar o paladar.

Prato principal: decepção

Como se não bastasse a série de comida ruim, a sobremesa foi arrematada com um sorvete de sei lá o que, com calda de frutas vermelhas, quando o que deveria ser servido era sorvete de queijo com calda de goiabada. Claro, que tudo em pouquíssima quantidade.

Sobremesa: incognita!

Definitivamente, o restaurante pecou na escolha do prato e na pouca quantidade servida. Eu e minhas quatro amigas que não conhecíamos o estabelecimento, decidimos prestigiá-los a partir de hoje com a nossa ausência. Não indico! Quer dizer, se a pessoa estiver disposta a começar uma dieta, exatamente nesse dia, pode ser uma boa pedida.

Blade Runner para bebês?

por katia maia Com meus filhos crescidos, adultos e já homens feitos, não preciso mais pautar minhas idas ao cinema aos horários, ses...