quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Tanquinho ou Máquina automática?

Na onda de defesa de gênero do governo... Depois de a minstra da Casa Civil, Dilma roussef, ter reclamado que as críticas às suas andanças pelo país para inaugurar obras eram muito mais porque ela é mulher do que pelo fato de estar usando a máquina pública, agora foi o ministro da Industria e comércio, Miguel Jorge, quem se aventurou nessa seara. Ele defendeu IPI único para tanquinho e maquina automática de lavar. Segundo ele, é mais importante (e preferível) liberar a mulher do trabalho de lavar a roupa com uma máquina automática do que com um tanquinho. Ah, tá, agora sim, aí está. justifica-se!