terça-feira, 20 de abril de 2010

Nas entrelinhas...


Globo tira campanha do ar após queixa do PT
Keila Jimenez e André Mascarenhas/O Estado de S. Paulo

Aliados de Dilma acusam TV de embutir propaganda de Serra; emissora diz que jingle foi criado em 2009, mas suspende veiculação para "não dar pretexto"

Com menos de 24 horas no ar, a campanha dos 45 anos da TV Globo foi retirada da programação pela emissora. Motivo: declarações na web de pessoas ligadas à campanha da pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, acusando o jingle de embutir propaganda disfarçada a favor do pré-candidato José Serra (PSDB).

A polêmica começou depois de blogueiros traçarem um paralelo entre trechos do jingle da Globo e o slogan da pré-campanha de Serra, "o Brasil pode mais". No comercial, atores e jornalistas da emissora repetem frases como "todos queremos mais", "emoção? Mais!", "educação, saúde, e, claro, amor e paz. Brasil? muito mais".

O assunto repercutiu no Twitter. O coordenador da campanha online de Dilma, Marcelo Branco, foi um dos que repassaram um dos textos sobre a campanha. Ele disse ver "muita coincidência" entre o jingle comemorativo dos 45 anos da Rede Globo e o slogan da campanha de Serra. "Em ano eleitoral precisamos ter cuidado com essas coincidências, que podem beneficiar uma ou outra candidatura", afirmou.

Mais tarde, Marcelo Branco procurou contornar: "Sobre o jingle da Globo: meu RT e comentários foram de caráter pessoal. Eu não falo em nome da Dilma e nem da coordenação", escreveu em seu microblog. Na linguagem do Twitter, RT significa repassar uma informação de um outro internauta

Branco disse que o blog pessoal de Dilma terá a segurança reforçada para evitar ataques de hackers depois que os sites do PT e do PMDB foram alvo de "criminosos digitais", na semana passada. "Não acredito que aqueles ataques tenham partido da coordenação da equipe do Serra, mas foram feitos por pessoas identificadas com a campanha dele", comentou Branco.

Novembro. Em nota, a emissora argumenta que a campanha foi criada em 2009. "O texto do filme em comemoração aos 45 anos da Rede Globo, que começou a ser veiculado ontem à noite, foi criado - comprovadamente - em novembro do ano passado, quando não existiam nem candidaturas, muito menos slogans eleitorais", diz o texto. "Qualquer profissional de comunicação sabe que uma campanha como esta demanda tempo para ser elaborada. Mas a Rede Globo não pretende dar pretexto para ser acusada de ser tendenciosa e está suspendendo a veiculação da campanha na televisão."

Alguns comentaristas da web procuraram também apontar uma relação entre a comemoração pelos 45 anos da emissora e o número do PSDB na cédula eleitoral, o 45. "A imagem final parece um cartaz do PSDB, com o fundo azul exatamente naquele tom e o 45. Se tirar o símbolo da Globo e colocar um tucano, fica igual", escreveu um comentarista do blog RS Urgente, um dos primeiros sites a apontar as semelhanças.

A Globo levou quase uma mês gravando os filmes da campanha de aniversário, que envolvem a participação de cerca de 100 artistas de seu cast declamando o mesmo texto, em uma edição clipada, palavra por palavra. A campanha estreou ontem, no espaço mais nobre da casa, o intervalo do Fantástico, e não deve voltar ao ar em nova versão para evitar novas polêmicas.

E aí bla... bla... bla eu gostei

Restaurante Bla´s, na Asa Norte por katia maia Então, fui conferir uma das opções do Restaurante Week dessa leva. O escolhido foi...